2013

O ano seguinte foi excelente ano para a equipe. O protótipo fez bons voos em seu primeiro dia de testes, mas até a aeronave final, algumas alterações foram feitas visando aprimorar o projeto. A principal foi o aumento da corda de ponta da asa, pois com a asa anterior do primeiro protótipo, devido ao grande afilamento, houve problemas de perda de sustentação em baixas velocidades. Ao final da XIV Competição SAE Brasil Aerodesign alcançou a 7ª Colocação na Categoria Regular, sendo que obteve a mesma colocação em nota de projeto e o sexto melhor relatório de Cargas e Estruturas.